top of page

Dez razões para a criança brincar Semana Mundial do Brincar 2023

Profa. Dra. Maria Ângela Barbato Carneiro


Que saudades do tempo de criança, quando no final da tarde nos reuníamos, meus amigos e eu, depois das tarefas escolares, para brincar na calçada da rua em que morávamos. Amarelinha, pular corda, esconde-esconde, mês, bola, roda....

Como era bom!

A sociedade se transformou rapidamente e com isso, as crianças não brincam mais nas ruas o que nos leva a perguntar: Onde estão as crianças hoje? O que estão fazendo? Com quem e onde brincam? Quais os espaços que dispõem para brincar?

Os centros urbanos, sobretudo os maiores, cresceram e com isso as crianças foram desaparecendo dos espaços públicos e os tempos destinados ao brincar ficaram cada vez menores. As ruas não têm mais segurança, as moradias se tornaram menores, as agendas estão lotadas e, os pais, preocupados com o trabalho, não brincam mais com seus filhos.

Brincar é uma atividade universal e natural da infância, mas não é inato, aprende-se no convívio social, na interação, através de repertórios, daí a importância dos espaços r dos tempos para a realização das atividades lúdicas, além dos companheiros.

“Brincar sozinho é muito chato! ”, exclamou uma vez uma criança.

Hoje, muitos pensam que para brincar são necessários muitos brinquedos, sobretudo mais caros, que apresentam maior tecnologia, por vezes objeto de desejo dos pais ou mais velhos, resultado da imensa propaganda feita pela indústria cultural.

Embora, é claro, muitos objetos podem servir para estruturar a brincadeira, não precisam ser brinquedos, pois a criança é capaz de dar vida a qualquer objeto durante sua ludicidade, podendo ela ocorrer sem eles, basta um pouco de imaginação, de criatividade e, também, de boa vontade.

É fundamental, portanto, que os pais, os professores e os responsáveis pelos pequenos se conscientizem do valor da brincadeira para o desenvolvimento e a aprendizagem da criança que tal ação não é uma mera perda de tempo, mas o direito de usufruir da sua infância.

Poderíamos elencar inúmeras razões para as crianças brincarem, neste particular artigo escolhemos dez razões que consideramos as mais importantes:

_ Brincando a criança explora e descobre o mundo à sua volta, estimulando os sentidos e a inteligência;

_ Brincando a criança viaja no mundo imaginário da fantasia, realizando ações e desejos que, de outra forma, não seriam possíveis;

_ Brincando a criança erra e aprende, discerne o certo do errado e aprende que errando o mundo não se acaba;

_ Brincando a criança descobre coisas interessantes, conhecimento esse que se tornará significativo:

_ Brincando a criança aprende regras e, com elas, limites e possibilidades;

_ Brincando a criança desempenha papéis sociais, soluciona problemas, porque a atividade é uma ponte para a realidade;

_ Brincando a criança aprende a competir e cooperar, atitudes necessárias nos dias de hoje;

_ Brincando a criança aprende a se relacionar e desenvolve diferentes linguagens como formas de comunicação e expressão;

_ Brincando a criança constrói seu conhecimento e se torna autônoma; e,

_ Brincando a criança se diverte e, principalmente, aprende a ser mais humana e mais feliz.

72 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

留言


bottom of page