Posicionamento da ABBri frente a Declaração da OMS (11/03/2020) que decreta situação de pandemia pela infecção do COVID 19

Tendo em vista a atual situação que apela à colaboração de todos, a ABBri vem a público para também trazer sua contribuição, num posicionamento em relação ao funcionamento das brinquedotecas no território nacional.

As medidas de restrição de contato social estão sendo adotadas devido a progressão do número de casos, por transmissão local e comunitária. Há evidência empírica de que o distanciamento social tem efeito positivo para minimizar a transmissão. Isso significa evitar o contato com outras pessoas. O objetivo é evitar o aumento da progressão com as medidas adotadas. Além disso, reduzir o fluxo de pessoas nas cidades permite que o sistema de saúde seja capaz de suportar a demanda de usuários.

O fechamento das escolas em vários Estados ou municípios sugere a conveniência do fechamento das brinquedotecas públicas e privadas, neste momento de esforço coletivo para controle da infecção do COVID 19. Brinquedotecas que funcionam em instituições – hospitais, universidades, clubes – seguem as normas e protocolos institucionais. Quanto às brinquedotecas privadas, o prejuízo em caso de fechamento será duplo – ao negócio, sem dúvida, mas também às famílias que, mais do que nunca, necessitam da atenção de cuidadores responsáveis e preparados para com suas crianças em recesso escolar. E as crianças necessitam das atividades lúdicas e da interação, agora mais do que nunca. A forma equilibrada e bem informada como sua brinquedoteca reagirá em meio a esta crise marcará a sua imagem frente ao público, a médio e longo prazo – nem negligencia ou omissão, nem excesso de alarme.

Até que não haja normas para limitação drástica do funcionamento de atividades comerciais e com base nas recomendações do Ministério da Saúde (http://www.escoladeformacao.sp.gov.br/portais/Portals/84/docs/pdf/VC%20Corona_formatado.p df), a Associação Brasileira de Brinquedotecas – ABBri recomenda:

 Promova a difusão e compartilhamento de informações seguras e emitidas por órgãos autorizados da Educação e Saúde acerca das medidas de prevenção: http://www.escoladeformacao.sp.gov.br/portais/Default.aspx?tabid=9051).
 Exiba os cartazes informativos acerca das medidas de prevenção, fornecidos pela Secretaria da Saúde de seu Estado ou município: http://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/assets/images/cartaz-A3-corona-virus-v03.pdf  Atenção para a Etiqueta Respiratória: reforço das orientações individuais de prevenção.  Coloque um alerta, em local visível a todos, acerca da restrição ao acesso de crianças com algum sintoma de resfriado ou gripe ou que tenham estado em contato com casos de COVID 19 (suspeitos ou confirmados).  Promova suporte emocional e informação adequada às crianças. Exemplo é o COVIBOOK, um livreto ilustrado para ser reproduzido e entregue às crianças e pais: https://660919d3b85b-43c3-a3ad3de6a9d37099.filesusr.com/ugd/64c685_90d309886ee74ee598b0a4f81f3f3a26.pdf

Medidas de organização do ambiente: ● Seja disponibilizado locais para lavar as mãos com frequência; ● Dispenser com álcool em gel na concentração de 70%; ● Toalhas de papel descartável; ● Ampliação da frequência de limpeza de piso, corrimão, maçanetas, mesas, cadeiras, banheiros e brinquedos com álcool 70% ou solução de água sanitária; ● Manter portas e janelas abertas.

Medidas para colaborar com as famílias: – Ofereça extensão do período de validade da taxa de frequência; – Ofereça um sistema de empréstimo de brinquedos e jogos para que as crianças possam permanecer em casa, com boas oportunidades lúdicas; – Ofereça sugestões de brincadeiras e jogos para os pais promoverem em casa. Verifique no site da ABBri: http://www.brinquedoteca.org.br/#jogos.

Para o Topo

História
Realizações
Instituto Indianópolis
IETL
Mais realizações

Citação
Reflexão

 

 Aidyl Macedo Queiroz Perez Ramos

WordPress Video Lightbox